Skip to main content
Sou um pai preocupado

Sou um pai preocupado

Terá o meu filho demasiadas hemorragias?

Está preocupado com as hemorragias nasais recorrentes do seu filho? O seu filho faz nódoas negras com muita facilidade e mais frequentemente do que os colegas? O seu filho sangrou mais do que devia quando foi ao dentista ou numa pequena cirurgia? Está preocupado que a menstruação da sua filha possa ser excessiva? 

Existem várias razões para o facto de o seu filho ter por vezes hemorragias. As crianças brincam e exploram o mundo à sua volta. Ao fazê-lo, os acidentes são inevitáveis, e muitas vezes as crianças podem fazer nódoas negras e pequenos hematomas após os mesmos. Ocasionalmente, um ferimento que ocorra sem um acidente poderá provocar uma hemorragia. Na maior parte dos casos, o nosso corpo estanca rapidamente a hemorragia através do processo da coagulação do sangue. No entanto, existem crianças que fazem nódoas negras com mais frequência e têm mais hemorragias do que outras. Felizmente, este tipo de hemorragia pode ser prevenida ou tratada. Se está preocupado porque o seu filho parece sangrar com muita frequência e facilidade, é importante identificar primeiro a causa e depois escolher o tratamento adequado.

Causas das hemorragias frequentes nas crianças

Nem sempre é simples encontrar a razão para as hemorragias do seu filho porque existem diversas causas possíveis. As hemorragias nasais, por exemplo, podem ser provocadas por colocar o dedo dentro do nariz, por causa do tempo seco, de uma ferida, de uma constipação ou alergia, ou simplesmente por assoar o nariz com muita força. 1 Ter hemorragias na boca pode também ser provocado por um acidente, pela perda de um dente de leite, uma mordida ou uma inflamação na própria gengiva.2 As hemorragias nasais e das gengivas frequentes podem também ser sintomas de uma condição clínica mais grave, por exemplo um distúrbio hemorrágico hereditário. Em geral, os distúrbios hemorrágicos são raros. Infelizmente, o distúrbio hemorrágico hereditário mais comum, a Doença de von Willebrand (DVW) é muitas vezes subdiagnosticada. Sem diagnóstico e tratamento, as crianças com a DVW  podem sofrer de hemorragias abundantes. Para além de hemorragias nasais e das gengivas, os sintomas mais comuns da criança com DVW são a facilidade com que fazem hematomas e têm hemorragias mais prolongadas em pequenas feridas ou após uma extração dentária ou uma cirurgia. Quando as raparigas com a DVW entram na puberdade, as hemorragias menstruais abundantes são o sintoma mais comum.3

Sintomas hemorrágicos na família

Os distúrbios hemorrágicos hereditários afetam muitas vezes vários membros de uma família ao longo de gerações. Se um dos pais, avós ou outro familiar sofrer de hemorragias, pode perguntar-se se a hemorragia que observa no seu filho é normal. No entanto, caso a hemorragia ou o hematoma afete o bem-estar do seu filho, deverá falar deste tema com o seu médico.

Descubra se a hemorragia do seu filho é normal

Como sabemos quando a hemorragia é excessiva? Como esta é uma pergunta difícil de responder, os médicos desenvolveram testes que ajudam a avaliar os sintomas hemorrágicos. No VWDtest.com, poderá fazer um destes testes. Se o seu filho sofrer de hemorragias nasais recorrentes, fizer nódoas negras facilmente ou se apresentar quaisquer sintomas dos acima descritos, recomendamos que perca uns minutos e faça o teste. O teste é um pequeno questionário sobre os sinais e sintomas de um possível distúrbio hemorrágico, e o resultado dir-lhe-á se deverá consultar um médico.

Referências

https://www.hopkinsmedicine.org/health/conditions-and-diseases/nosebleeds last accessed Mar 2023. último acesso Março 2023

https://www.childrensmn.org/educationmaterials/childrensmn/article/15581/mouth-bleeding-with-a-bleeding-disorder/ last accessed Mar 2023. – último acesso Março 2023

Corrales-Medina FF et al. Blood Rev 2023; 58:101018.